História

logo_radio_historiaA Rádio Piratininga é praticamente um patrimônio histórico.

A história da Rádio Piratininga Jaú se confunde com a história das rádios no Brasil. Fundada em 29 de julho de 1962, na frequência de 1.420 KHZ, a Rádio Piratininga de Jaú fez parte da maior rede de rádios do país, a Rede Piratininga de Rádios. Hoje, a rede não existe mais e algumas emissoras optaram por manter a nomenclatura “Piratininga”, como outras que fizeram parte desta história.

Sua inauguração oficial aconteceu numa missa de Ação de Graças, na Igreja Nossa Senhora do Patrocínio e teve como paraninfo o Professor Benedito Montenegro e como gerente o Dr. José Haddad.

A emissora funcionou na rua Lourenço Prado defronte a escola Major Prado por alguns anos, mudando para a Rua Marechal Bittencourt onde permanece até os dias de hoje.

Em meados dos anos 80 a freqüência foi alterada para os atuais 1070 KHZ.

Hoje a Piratininga Jaú deu um passo a frente, resistiu às inúmeras mudanças que ocorreram na comunicação de massa e acompanhando o desenvolvimento tecnológico a rádio está difundida na web, ouvida de um modo diferente, por dispositivos móveis ou mesmo no computador pessoal, faz presença com a população, lado a lado, mantendo a missão de prestadora de serviços à comunidade e formadora de opinião, tendo ainda visão no futuro.

A reformulação do site, transformado em Portal de Notícias é um passo a frente para estar mais perto do seu público e da opinião do mesmo, já que uma rádio não se faz sem o ouvinte.

Abrangência
Mais de 20 cidades recebem o sinal da Rádio Piratininga Jaú por meio do sinal 1070 em ondas médias: Agudos, Arealva, Areiópolis, Avaré, Bariri, Barra Bonita, Bauru, Boa Esperança do Sul, Bocaina, Baracéia, Borerí, Brotas, Botucatu, Dois Córregos, Dourado, Iacanga, Ibitinga, Igaraçu do Tietê, Itajaú, Itapuí, Lençóis Paulista, Macatuba, Mineiros do Tietê, Pederneiras, Piratininga, Pratânia, Ribeirão Bonito, São Maoel, Santa Maria da Serra, Torrinha, Trabijú